Pages

Saturday, August 16, 2008

Clash

Passo o dia a ver fotos dos outros e a ler relatos alheios. Festas, viagens, saídas, amigos, praias... O meu telemóvel é a mesma história: festas, saídas, amigos, praias. E eu digo que não, não pode ser. Recuso convites quase como quem vai fazendo cortes nos braços. Estou cansada de dizer não. Pior; estou cansada de dizer não por alguém como tu. Porque por mais que esbraceje tu continuas cego e imóvel. Porque sei que nunca te conseguirei mudar e isso deixa-me frustrada. Por vezes sinto-me enlouquecer; ninguém aqui vê o mesmo que eu. Será que é assim tão difícil??? Não me venham com tretas! Conversas sobre responsabilidades e deveres. Responsabilidades... Como se eu fosse a mãe de alguém! Como se eu não tivesse somente vinte e dois anos. Será que é assim tão reprovador que tente viver umas férias normais? Tenho as asas a cheirar a mofo. Vejo o relógio a passar sei que esta vida em breve chegará ao fim e sei que quando esse tempo terminar te odiarei por aquilo que não vivi, pela culpa que me colocaste nos ombros, pelo pó que enche as minhas asas.

3 comments:

Tati said...

pensa assim...ao menos recebes convites...eu nem isso.

sancie said...

That wasn't at all self-pitying, tatiana:P

Better days will come, manata-chan, you'll see.

And till they do, just take a schadenfreude approach to life, and u'll feel a lot cheerier. lol

Tati said...

nao, foi so um cdinho, ines. mas é verdd ao menos é sinal q tens alguma vida social manata pa...ah q olhar po lado positivo. lembra-te:
"always look for the bright side of life tara tararara" ou algm coisa assim d genero. se nao...ja sabes o "tananana...I'll be there for you" tb se aplica ;).

anima-ti.