Pages

Monday, October 20, 2008

Friendship is a two way street

Tenho muitas amizades que ficaram-se pelas reticências. Um dia dissémos até amanhã e no dia seguinte nada aconteceu. Nem no outro. Nem no outro. Nem no mês seguinte, nem no ano a seguir. Por vezes olho para trás e tenho remorsos daquilo que não alimentei. Porque as amizades são como as flores; umas precisam de mais àgua que outras mas, com um pouco de cuidado e atenção, (quase) tudo se mantém viçoso.
.
Então penso e a outra pessoa? Sim, só porque eu nunca disse nada isso não teria necessáriamente de ser o fim. Nestas coisas a culpa é de ambas as partes e esse pensamento deixa-me tranquila. Continuo a retroceder no tempo e frequentemente apercebo-me de como na esmagadora maioria das vezes era eu quem aparecia com planos e programas, ou era meu esse email ou esse telefonema que nos alimentava a amizade. Talvez afinal não se tenha perdido muito. É um pensamento triste e provavelmente injusto que nunca se aferrou às paredes do meu coração porque no fundo é algo no qual eu nõ consigo acreditar.
.
Talvez um dia volte atrás e retome essas amizades interrompidas no tempo. Quem sabe não crio um jardim...

2 comments:

Tati said...

é verdade...concordo plenamente. I feel the exact same way...

marta :$ said...

oh minha joaninha batatinha..nem sabes as vezes que penso em ti..*

e desta, a culpa não foi tua!