Pages

Tuesday, January 30, 2007

Palavras que não te pertencem

Isso é quase um estigma pessoano!

O tempo parou ali. A conversa parou ali - não ouvi mais nada. A mera menção a Pessoa em ti causou-me nojo! Mas quem és tu para falar de Pessoa? Tu que és linear, matemático, obtusamente objectivo. Os teus ses são singelos, fracos, uma possibilidade mas nunca um sonho, nunca um mundo inteiro por mergulhar. Falas daquilo cuja profundidade desconheces. Não lês Pessoa, nem gostas de poesia sequer. Pior, não acreditas em literatura. Pegas num livro, dás-lhe umas festas na cabeça e pronto. Tantos que ficam abandonados a amarelar ao sol ou numa estante aborrecida e poeirenta. Alguns que eu sorrateiramente adoptei para mim. Há quantos anos não lês um livro de verdade? Não te deixas perder nele? Alguma vez correste um mundo numa noite? Não... Não fales do que não amas só para mostrar que sabes. Há palavras que simplesmente não te pertencem.

2 comments:

Mary Jo said...

é verdade...falar sobre algo que desconhecemos.tira-me do sério.

enfim...não há mesmo paxorra!

******

xary said...

ui..."estigma pessoano", isso é muito à frente. até eu me sinto (mais) pequena perante expressões de tamanha altivez.

(desculpa o comentário curto mas acho que já disseste tudo. percebo perfeitamente.)

beijo grande *