Pages

Wednesday, November 01, 2006

Medos

A ver aquele filme outra vez. O nosso filme. Já tinha tantas saudades... E a cada cena lembro-me dos vossos risos e expressões, coisas que já nem me lembrava, private jokes esborratadas. E aquele final:

- Everything is gonna change now, isn't it?
- Yes...

As lágrimas cairam por fim (é inevitável!). Desta vez bateu (mais) fundo. Senti as palavras cravadas na pele. Senti-as sairem de mim. E o meu corpo tremeu. Porque vai mesmo mudar e tenho medo. Olho para o passado e vejo as coisas mudaram, olho para o futuro e tenho medo do que aí possa encontrar. Para uns (e muito mais do que uns) é o fim da linha e isso aterroriza-me. Já tanta gente veio e foi na minha vida que não posso admitir por um segundo que isso nos venha um dia a acontecer. Ainda menos que esse dia este a alguns meses de distância. Fotografias desses dias que parecem tão longínquos. A realidade é baça e opaca. Quero aqueles risos de novo. Exactamente aqueles. Não! não quero sair daqui. (Vês como afinal também tenho medo de prazos?)... Suspiro... Quero acreditar com tudo o que tenho que desta vez (só desta vez) não será o fim. Que vos levarei comigo mais do que em simples memória...

4 comments:

xary said...

confundi-me um bocado com os "nós" do texto mas não sei se isso importa realmente. quero dizer, para comentar. :) relações germinam, crescem até aos céus como um balão a insuflar. mas chega o ponto onde se tem de pensar se é inchar até rebentar ou ir diminuindo esse fôlego. e as relações, esses balõezinhos que nos elevam a muitas alturas, mudam. é um facto inevitável do qual também não gosto. que me aterroriza. e conselhos para isso? epah também gostava de os ter, sinceramente. acho que resta acreditar, esforçar para que o que se tem fique. pelo menos um bocado. e continuar a acreditar. muito muito. de que o medo não se concretize. não ganhe.

beijo grande * :)

marina said...

i love that scene :) cause you know "boys..." :) our film is expecting us with crepes. with memories of nights in the couch trying to remain awake to watch the 3 films (yeah right...lol)

you know, nights in the floor with mad keyboards. or everyone in the same bed =P memories, memories...

i think we need brand new ones :)

and don't you dare to cry in that film without me =P (and now you made me wanted to see it =S)

worry not :) *******************

Martinha said...

às vezes também podemos pregar rasteiras ao Tempo. e mandar nele.

e dizer-lhe: Não. ainda não levas nada agora.

também não gosto de sentir tudo a escapar-me. também não gosto de saber que um dia a vida vai trazer outros rumos para cada um de nós.

como diz a minha Mafalda: "e é tão duro aprender que na vida... nada se repete...nada se promete... e é tudo tão fugaz e tão breve".

sim. não dá pra recuar os dias. não dá para trazer de volta o que já nos pareceu perfeito.

mas enquanto o "dia" não chega, talvez seja boa ideia fazer de conta que vai ser sempre assim. interminavel.

fazer de conta que nada de nada vai acabar =)

* * * * * * manata
(Jeremiah - wyah) =P

sancie said...

Oh you two cry-babies!

There will be no crying, no crying I say! Just laughing at the funny parts and quoting everything to distrraction and crepes :D

and what bee said about the new memories :D

********************