Pages

Thursday, April 13, 2006

Like a frog jumping from a waterlily to another

Sossego. Silêncio. Lá fora o sol brilha e a promessa de Verão aproxima-se cada vez mais.

Resolvi voltar às linhas e às agulhas. Apeteceu-me. Embora a paciência não seja muita, sabe bem sentir o fio a correr por entre os dedos.

[Banda sonora do Peter Pan (2003)]

- Sempre me achei um pouco Wendy (neste momento lembro-me do capítulo em que cose as meias dos Meninos Perdidos). Já cheguei a ter o meu próprio Peter Pan. Mas como todos os Peter Pans, também este não queria crescer, então mandei-o dar uma volta! Cordialmente e com jeitinho. Seremos sempre amigos, porque um Peter Pan não serve para a vida amorosa de ninguém senão num sonho...

No meio de tudo isto surge-me a voz do Colin Firth:
- Good, obliging girl! (Love actually)

Embora no contexto original seja amoroso, aqui soa a tudo menos a um elogio.

Subitamente cai-me em cima todo o essay da Agnes (porque ainda não esqueci, nem penso que vou esquecer tão cedo), pesado e triunfante, como a 5º sinfonia de Beethoven.

"No more pots and pans (...) no more white horses"...

(Agnes is always right!)

............

Ainda vou voltar para os dedais e as linhas, porque gosto, e porque me sabe bem, mas pelo menos I have confidence (Julie Andrews, The sound of music) que não cairei na esparrela da "dutiful wife". Pelo menos não tão facilmente. O essay é a minha voz mediadora, a minha bóia de segurança, que não me deixa ser arrastada pela corrente... Como diz a Marina:
- Ah! ganda Agnes!!!


PS: This is all a big mess, but that's just how my brain works... Like a frog jumping from one waterlily to another...

3 comments:

sancie said...

LOL

Got to say I really like this post!... go wonder.... ;)

*************************************

marina said...

LOLOL. well, yeah...agnes is (almost ;) ) always right!! também gostei muito do post!!

:) ******************

xary said...

ainda estou à espera de ver o essay no blog da inês. é que nunca mais ... e aquilo merece destaque! está, como vcês diriam, "bloody brilliant" ;)

gosto da maneira como tu relacionas as coisas e pegas em pequenos pormenores que depois de desembrulhados se pensa "nem mais!" :)

eu acho o facto de gostares de "linhas e agulhas" muito interessante. dizem que é terapeutico lol eu já tentei aprender com a minha avó but somehow we lost that time. talvez um dia. só talentos tu...

"peter pan nao serve para a vida amorosa de ninguem senao num sonho" ... so right.

beijo grande *

(and go go agnes! ;P)