Pages

Friday, June 16, 2006

Criancices

Porque é que não queres que vá ao teu blog?
Porque ias dizer que são tudo criancices
, pensei. É verdade.

Sem querer acusar-te, toda a minha vida catalogaste as minhas pequenas alegrias como criancices. As bolinhas de sabão à noite, o fascínio por comprar um íman novo, a relutância em não deitar fora todos os peluches, o bater palmas em cada genérico dos Friends...

Por isso vejo desenhos animados quando não estás, espero que te vás deitar para fazer as bolinhas de sabão, poupo-te às minhas superstições, tiques e manias que para outros me tornam tão “especial”. Porque para ti são criancices. Não que me consideres uma criança, apenas gostas de me catalogar como tal, como se com isso me fizesses mais pequena (e perto de ti). Ou porque é uma resposta rápida e que sabes que me pica! Tu gostas destas provocações que tendem a deixar-me histérica, caso não te cales.

Mas depois sentes-te de parte. E eu tenho pena, mas é mesmo assim. Por muito insignificantes que sejam para ti as minhas “criancices”, é por as chamares de tal que eu não te quero no me blog. Custa-me rejeitar-te, a ti que és das pessoas mais importantes, a ti que queria mostrar tudo, mas tem mesmo de ser! Porque não consigo suportar a ideia de fazeres piadas dos meus devaneios. Porque ambos sabemos que está na tua natureza fazê-las, não consegues evitar, e eu prefiro conservar o meu espaço e o meu coração assim – sem rótulos.

4 comments:

sancie said...

That's parents for you...

:)***********************

marina said...

LOL eles nunca nos hão-de compreender, mas nós vamos sempre entender o lado deles...é uma relação que é assim há anos...e não muda! LOL

:) ******************

Tati said...

tems d aprender a aceitar os outs cm sao...é dificl acredita k eu sei mas as vxs tems d aceitar os outrs e sua maneira d ser para os deixar participar n nossa vida

xary said...

there's a time and place for everything i guess. talvez faças bem eu não deixar ver. eu, por exemplo, dei o endereço ao meu pai e talvez ele não vá lá todos os dias mas sei que de vez em quando vai e não sei se gosto disso. era para ser um lugar para isso mesmo, devaneios meus que talvez não fossem entendidos da melhor maneira. no entanto, há outras que tenho esperança que leia e entenda dentro dele. mas há limites que devem ser "respeitados" porque relações foram estabelecidas assim, a kind of comfort zone :)

criancices..pff, gosta pouco gosta ;) (acho que é como tu dizes, tornar-te mais perto dele, também acho que seja isso :P)

beijo grande*