Pages

Friday, May 05, 2006

Poema à mãe

No mais fundo de ti,
eu sei que traí, mãe.

Tudo porque já não sou
o menino adormecido
no fundo dos teus olhos.

Tudo porque tu ignoras
que há leitos onde o frio não se demora
e noites rumorosas de águas matinais.

Por isso às vezes, as palavras que te digo
são duras, mãe,
e o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas
que apertava junto ao coração
no retrato da moldura.

Se soubesses como ainda amo as rosas,
Talvez não enchesses as horas de pesadelos.

Mas tu esqueceste muita coisa;
esqueceste que as minhas pernas cresceram,
que todo o meu corpo cresceu,
e até o meu coração
ficou enorme, mãe!

Olha - queres ouvir-me? -
às vezes ainda sou o menino
que adormeceu nos teus olhos;

Ainda aperto contra o coração
rosas tão brancas
como as que tens na moldura;

Ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa
no meio de um laranjal...

Mas - tu não sabes - a noite é enorme,
e todo o meu corpo cresceu...
Eu saí da moldura
dei às aves os meus olhos a beber.

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo-te as rosas.

Boa noite. Eu vou com as aves.


Eugénio de Andrade

Dedicado às mães...

5 comments:

Tati said...

oooh eugénio de andrade como é bom ler de novo eugénio de andrade!
os poemas dele são lindíssimos e esse é um deles. percebo porque puseste esse poema no blog...
me huggi huuggi you!:P

lov u sis!
qq coisa q pcisares estou aqui!
tou aqui se pcisares falar ou simplesmente fritar!

xary said...

concordo com a tati, eugénio de andrada dá-me uns arrepios na pele sempre que leio. a língua portuguesa é mesmo linda. e temos poetas maravilhosos :)

e este poema... it's something else ;)

muito boa escolha!

eugénio nunca gasta(gastou) as palavras. muito pelo contrário. expandia-lhes o significado :) gosto muito.

beijo grande*

sancie said...

This bloody thing got my eyes all kinds of misty, do u have any idea how hard that is???

tsss, tsss, tsss

;)************************

marina said...

eu adoro este homem! acho-o apenas genial!!! e o poema está muito lá...

também entendo o porquê deste poema, e não preciso dizer o resto né?

blablabla...always here :)

**************

Anonymous said...

Nice! Where you get this guestbook? I want the same script.. Awesome content. thankyou.
»