Pages

Tuesday, May 02, 2006

Velhas utopias

Caneca de chá na mão (como sempre). Suspiro... Há pessoas e acontecimentos que nos fazem pensar. Pior, que nos fazem sonhar. Mesmo quando sonhar nem sempre é o mais acertado. Coisas que acontecem, pessoas que as fazem acontecer. Sem qualquer motivo aparente. Mesmo quando não é nada connosco, mesmo estando felizes por contágio e arrastamento, há algo mais.

Uma luz que surge no fundo do túnel. Algo que julgavamos (ter) morto há muito tempo. Vem não com a angústia com que a reprimimos, mas antes com a suavidade uma brisa amena de Primavera. A esperança de que possa ser mesmo verdade. Que existem mesmo pessoas assim. Que nada está (verdadeiramente) extinto ou perdido. Que nem sempre precisamos de deixar pistas para n(os) guiarem a nós, ou editar o nosso próprio manual de instruções. Que há um mundo de livros e de flores...

E ficamos felizes. Porque aconteceu. Porque estávamos lá. Porque de certa forma foi quase connosco. Porque pode mesmo ser verdade...

4 comments:

marina said...

:)

olha, eu sei o que isso é! porque será?? LOL mas a sério...se tu ficaste assim, imagina como eu fiquei!! foi das coisas mais lindas que fizeram...tudo ali ao pormenor... lindolindolindo...mesmo...

sabes o que lhe disse? que tipo, aquelas coisas que pensamos mas que nunca achamos que vao acontecer, com ele acontecem...

:) **************

xary said...

pode mesmo ser verdade, sem dúvida. os testemunhos alheios ateiam essas velhas utopias, as esperanças empoeiradas. ainda bem que algo ainda está vivo, a pulsar. ainda bem que há coisas que ainda são como eram (talvez).

:)

beijo grande*

Tati said...

sim...:)
as vezes tentamos nem sonhar porque é perigoso...

sim estava lá contigo e vi tudo.
sinto o mesmo que tu.
fico tão feliz por ela.;)

Anonymous said...

Really amazing! Useful information. All the best.
»