Pages

Sunday, March 19, 2006

Tributo ao pai

Lembro-me:

- das festas de aniversário (com a piñata do palhaço) que me organizavas
- de te acordar todos os sábados de manhã para perguntar se podia ir ver os desenhos animados
- de me deixares na secção dos livros no Carrefour enquanto tu fazias as compras
- de aprender a fazer cópias de VHS
- de adormecer na tua barriga durante os jogos de futebol
- das bricolages em que me chamavas (chamas) "lenta" e "desajeitada"
- de no Verão me lançares para dentro de água e de me levares ao colo na parte das algas
- da tua voz quando me contavas histórias para adormecer
- da tua cara quando eu cortei o meu próprio cabelo
- de andares às voltas no parque de estacionamento quando eu tinha mais facilidade em adormecer no carro, lembro-me até de ouvir Rui Veloso, já de olhos fechados.
- de montares a árvore de Natal para eu depois decorar
- de me ensinares a atar os atacadores
- de gritares comigo porque iamos chegar atrasados
- de quando eu ficava doente e fingia uns coff coffs a mais só para chamar (subilmente) a tua atenção
- de me ires buscar aos bares às três da manhã e perguntares bem-disposto q.b. (como se não te tivesses levantado de propósito): "Quantos são para dar boleia?"
- de me ensinares a salsar (mais uma vez obrigado, porque eu ao princípio não queria e agora é o que se vê...)
- ...

Toda a minha vida tens sido sempre espectacular, afectuoso e interessado e embora eu nem sempre reconheça (não quero despertar pieguice), apesar dos pesares (porque todos os temos), és um pai à maneira. E não sou só eu que o digo - é a opinião consensual de inúmeras pessoas extremamente diferentes. Ok, já estou a estragar o post, é melhor parar...

Bottom line: tu tás "lá"... You're "the man"...

Feliz dia do pai...

3 comments:

marina said...

awwwwwwwwwww....ainda estou para ver uma relação pai/filha como a vossa. é mesmo linda e incrível! é linda a maneira como vocês são tão intímos. tocam de posições às vezes, mas estão sempre lá um para o outro. lindo post gaja. lindo mesmo.

by the way, o meu pai també rulla!! ;)

love u, dad

*******************

Tati said...

é o que eu digo (sim eu já te disse mas tenho que repetir pa, fazes um post destes tenho k pôr):

"You're the end of the rainbow, a pot of gold
You're daddy's little girl to have and hold
A precious gem is what you are
(...)

You're the spirit of Christmas, the star on a tree
...)
You're sugar you're spice, you're everything nice
And you're daddy's little girl"
Daddy's little girl, Michael Bublé

xary said...

good memories.também me lembro de coisas parecidas. especialmente da música. e das tais voltas de carro até adormecer. e da música :)

está um tributo amoroso, manata, he is surely proud of the daughter/friend he has by his side :)

beijo grande*